O novo algoritmo de busca do Google tem sido muito falado, principalmente sobre como ele afeta os negócios no comércio eletrônico. A nova atualização da ferramenta, dimnui a classificação das empresas que publicam conteúdo duplicado, que frenquentemente são encontrados em descrições dos produtos. Mas essa é uma oportunidade excelente e a baixo custo para os empreendedores virtuais que busca se destacar no mercado.

Existem algumas dicas para escrever uma melhor descrição dos seus produtos, que sejam úteis não apenas para os motores de busca, mas também para seus clientes.

1. Seja Original

A reciclagem integral das descrições de produtos na página dos lojistas, são provavelmente o maior pecado do e-commerce na era do conteúdo duplicado, e talvez a maior tentação para os lojistas que possuem pouco tempo e recurso. A maioria dos fabricantes oferecem textos nas descrições de seus produtos que além de serem muito secos e técnicos, são também enviados a milhares de lojistas que ofertam o mesmo produto. Se o seu objetivo for conseguir uma classificação melhor nos mecanismos de busca e fazer com que seus visitantes comprem mais, esta prática pode sabotar todo o seu esforço. Você deve criar as suas próprias descrições de modo que fiquem adequadas aos clientes que deseja conquistar.

2. Seja Criativo

Os varejistas de comércio eletrônico não precisam ter um criatividade enorme, e nem saber escrever sobre todo tipo de assunto, mas escrever yna descrição que conquiste os seus clientes é um desafio muito importante e que irá tester o seu talento descritivo. Você deve ter uma idéia da mensagem que quer transmitir para seu público e as palavras-chave certas que devem ser incluídas para melhorar seu posicionamento nos sites de busca. Mas se você achar que está tendo dificuldade em criar textos e que as suas descrições não estão ficando criativas, uma ótima alternativa é contratar estagiários de jornalismo. Fóruns online também apresentam milhares de candidatos dispostos a ajudar nesse trabalho.

3. Seja Inteligente

Independente de ser um comerciante ou um ajudante que esteja escrevendo as descrições, é fundamental que a escrita seja inteligente e eficiente, com poucas palavras e que contenham informações importantes para os clientes. Apesar das especificações técnicas darem um ar de respeitabilidade, é necessário explicar para o público sobre o funcionamento e características do produto.

4. Seja Divertido

Isso não quer dizer que você deve ser engraçado. O que torna a descrição de um produto divertida é mostrar para o cliente o quanto você fica satisfeito com a compra dele, colocando o usuário em situações da vida real e mostrando a eles como será divertido depois de adquirir o seu produto. Dizendo por exemplo como os vizinhos irão ficar com inveja depois que ele comprar o produto. Neste caso, é importante que o conteúdo esteja adequado ao seu público-alvo.

5. Esteja Atento

Você deve sempre se manter atento nas suas descrições e palavras-chave. É necessário lembrar que você está escrevendo para os seus consumidores em primeiro lugar e com as suas palavras deve tentar conquistar novas vendas. As palavras-chave são fundamentais nesse processo, porém, colocar uma grande quantidade delas nas descrições pode acabar sendo prejudicial, o que torna mais um imperativo para a criatividade do varejista. Tente colocar uma ou duas palavras em cada descrição, que sejam originais e relevantes para o consumidor.